Tag

Mata de São João

Navegação

Três homens morreram após confronto com a polícia, na madrugada desta segunda-feira (8), em Mata de São João. O trio faz parte de uma quadrilha responsável por diversos crimes na região de Catu e Entre Rios, como roubo a bancos, roubo de veículos e homicídios.

De acordo com informações apuradas , equipes da Companhia Independente de Polícia Militar do Litoral Norte (Cipe-LN) e Polícia Civil de Entre Rios receberam uma denúncia informando que três indivíduos armados, identificados como ‘índio’, ‘Pequeno’ e ‘Manicômio’, conseguiram passar pelo bloqueio nas estradas da região e estavam evadindo para salvador a bordo de um veículo Cobalt branco táxi do município de Pojuca.

Ainda segundo as informações, no momento em que deslocaram com as guarnições pela Ba-093, em direção a Salvador e por volta de 01h, identificaram o veículo e deram voz de parada, sendo que o condutor desobedeceu a ordem e tentou evadir. Os criminosos, que foram alcançados no bairro do Monte Líbano,  passaram a efetuar disparos de arma de fogo contra os policiais.

Após descerem do veiculo, o trio foi alcançado e durante o confronto foram alvejados. Os suspeitos, identificados como Joselito da Conceição Soares (Índio), Leonardo Nepomuceno Souza (Pequeno) e o menor com iniciais H.N.I (Manicômio), foram socorridos ao hospital municipal Eurico Goulart de Freitas, onde não resistiram e morreram.

O condutor do táxi nada sofreu e foi conduzido a sede do Draco para prestar esclarecimentos.

Com eles, os agentes encontraram três armas de fogo, sendo uma pistola calibre .40 e outra calibre .380 e um revólver calibre 38. Após a revista, também foram encontrados 02 cordões de detonação de explosivos com espoletas.

Todo material apreendido foi encaminhado e apresentado na sede do Draco. ( Fonte )

O acusado de matar o funcionário da empresa Perbras, no ano passado, foi morto durante confronto com a polícia Civil e Militar, na madrugada deste sábado (6), nalocalidade de Calçada Nova, em Entre Rios.

De acordo com informações do titular da 36ª Delegacia Territorial de Mata de São João, Euvaldo Costa, Alvanir Jacson Silva dos Santos, 21 anos, conhecido como ‘Van’ estava sendo investigados há 10 meses.

Na operação policial, Van estava em um matagal, juntamente com suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em assaltos. Conforme a polícia, no confronto, o acusado de homicídio foi alvejado e morto, outros suspeitos fugiram.null   Material deixado pela quadrilha foi apreendido pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A polícia apreendeu vários materiais deixados pela quadrilha. Uma pistola, 27 cartuchos intactos, colete antibalístico, além de três veículos com restrição de roubo (Gol vermelho, JPY -8975, HB20 preta, PJS-2685 e Onix cinza, PJT-2531) e duas retroescavadeiras também produtos de roubo.

Investigação 

O delegado Euvaldo, em contato com a reportagem, relatou que Alvanir residia em Pojuca e era acusado de participação em diversos assaltos a praça de pedágio e fazenda da região.

HomicídionullHenrique dos Santos Dantas, 24 anos, funcionário da empresa Perbras foi morto no dia 12 de dezembro de 2017, durante um assalto à Fazenda Paraíso, local onde fica localizada a sonda da Petrobrás, zona rural de Mata de São João.

O crime ocorreu por volta das 19h, quando três criminosos, fortemente armados invadiram a fazenda e renderam Henrique, que durante a ação foi atingindo por um tiro na cabeça.

O jovem que trabalhava como torrista, foi socorrido pelos colegas e encaminhado ao Hospital Municipal de Pojuca, onde não resistiram aos ferimentos e veio a óbito na unidade médica.

Manifestantes em atos contra e a favor de Bolsonaro em Mata de São João
No sábado, 29, o centro da cidade de Mata de São João foi cenário de passeatas contra e a favor do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), que se encontra na liderança das pesquisas.

Na parte da manhã, o movimento anti-Bolsonaro, intitulado #EleNão, fez uma caminhada pelas ruas do centro com cartazes, faixas e carros de som que criticavam o político. Vários líderes do Partido dos Trabalhadores (PT) estiveram presentes, como o vereador Tiago de Zezo e a ex-prefeita Márcia Dias. O protesto foi finalizado na praça Barão Açu da Torre.
Já no período da tarde, quem tomou as ruas foram os manifestantes pró-Bolsonaro. O ato foi organizado pelo grupo “Bolsonaro Matense”, representado em um grupo de WhastApp e com simpatizantes em Mata de São João e região. Munidos de bandeiras do Brasil e vestidos nas cores verde e amarelo, os bolsonaristas fizeram carreata e ao som do jingle do candidato. Estima-se que ao menos 90 veículos tenham participado do movimento, também encerrado na praça Barão Açu da Torre.
Lembrando que no sábado, 30, ocorreram manifestações pró e contra Bolsonaro por todo o Brasil. O movimento #EleNão esteve presente em ao menos 114 cidades, enquanto os bolsonaristas apoiaram o presidenciável em cerca de 40 localidades.

1º Cicloturismo de Dias D`Ávila
No domingo, 30, o Grupo Vou de Bike promoveu o 1º Cicloturismo de Dias D`Ávila. O grupo de ciclistas possui cerca de 230 participantes, de Dias D`Ávila e região, e é atuante há cerca de quatro anos.

A concentração dos ciclistas ocorreu no Ginásio José da Cruz Azevedo, a partir das 6h, no bairro da Urbis. Após café da manhã e alongamentos, a largada foi dada por volta das 8h30min, quando os participantes se dirigiram a Nascente, Cidade Santa, Trilha da Represa e, finalmente, Prainhão. Houve duas modalidades de competição: Light 30km e Power 35km. O percurso teve cinco pontos de hidratação, e foram entregues troféus para as equipes que ficaram em 1º, 2º e 3º lugares.
Além da atividade de ciclismo, o evento contou com sorteios, aula de zumba e apresentação de artistas da cidade de Dias D`Àvila.

Havia expectativa de 3 mil participantes, porém dados oficiais ainda não foram divulgados sobre o evento.
As inscrições foram realizadas através do site oficial e confirmadas com a doação de 1kg de alimento não perecível por pessoa, os quais foram doados a instituições de caridade do município de Dias D`Ávila.