Ciro critica Lula e é vaiado em debate da UNE em Salvador

Ao comentar a prisão do ex-presidente, pedetista afirmou que "ou o Brasil entende que isso é fato ou a gente vai delirar"

Por Click Bahia em 07/02/2019 às 14:04:26

Candidato derrotado a presidente da República, o pedetista Ciro Gomes foi vaiado na manhã desta quinta-feira (7), durante debate na Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Salvador, após críticas à esquerda e ao ex-presidente Lula (PT).

Ao comentar a prisão do petista e a constante campanha pela soltura do ex-presidente, Ciro afirmou que "ou o Brasil entende que isso é fato ou a gente vai delirar".

O ex-ministro também repetiu frase que ficou conhecida na boca do seu irmão Cid Gomes, ao ser confrontado por um militante: "Eu estou solto. Eu sou limpo. Lula está preso, babaca".

"Um preso político faria o que sugeri a ele, e fui muito agredido por isso: se asilaria em uma embaixada e levantaria a nação contra essa prisão arbitrária", disse.

"Fora, Ciro!", chegou a bradar grande parte do público, após gritos de "Lula livre" e "Lula, guerreiro do povo brasileiro".

Diante da reação, o candidato derrotado a presidente chegou a dizer que "já estava avisado" do que poderia ocorrer no debate.

Antes, Ciro já havia criticado o afastamento da esquerda em relação ao debate econômico. "O campo progressista desacostumou-se de discutir a desagradável questão econômica, que é onde tudo se resolve, e está se refugiando na agenda identitária. O deputado mais votado do Ceará não tinha nada ver comigo, nem com Bolsonaro ou Haddad. Se elegeu defendendo a causa dos animais domésticos. Vai dizer que isso não é uma causa linda, absolutamente relevante? Claro que é. Mas no que isso consulta a velha luta de classes, a pobreza de massa?", questionou.

O ex-ministro também rebateu o discurso de que a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial poderia ser explicado pelo perfil "fascista" da maior parte do eleitorado.

"Será que não há nada para a gente aprender? Será que cabe chamar 66% dos eleitores do Rio Grande do Sul de fascistas? O Lula ganhou todas as vezes no Rio Grande do Sul", afirmou.

Em seguida, Ciro citou ainda percentuais de outros estados onde Bolsonaro venceu, como Santa Catarina e Rio de Janeiro. "Só se a gente quiser se descolar da vida do nosso povo. Para isso, ninguém conte comigo", disse.

Fonte: Bahia.ba